Extra Virgem

Mostrando de 1 à 2 de 2

  • Sobre Azeite Extra Virgem

    A Native foi buscar na região de Huaquén, ao Norte do Chile, a matéria-prima de seu Azeite Orgânico Extra-Virgem. Uma região com ótimas condições climáticas propícias para a produção de um azeite de altíssima qualidade.

    O azeite de Huaquén é produzido em conformidade com os padrões orgânicos certificados por meio de processos reconhecidamente limpos.

    Trata-se de um azeite extra-virgem de alto padrão ganhador de grandes prêmios internacionais. Resultante da extração a frio, sem auxílio de quaisquer solventes, é um produto com acidez de apenas 0,2%.

     

    Segundo o Regulamento Técnico do Azeite de Oliva estabelecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o azeite de oliva virgem só pode ser considerado extra virgem se sua acidez livre for menor ou igual a 0,8%.

    Para obter um produto com baixa acidez é necessário um cuidadoso processo de colheita, no qual são observados os pontos corretos de maturação das olivas para processamento industrial imediato. Além de ser orgânico, o azeite da Native possui aroma floral/herbáceo e sabor levemente amargo e picante.

    Cultuada desde a antiguidade - O cultivo de oliveiras para a extração do azeite data da Síria Antiga. Na Grécia, a importância dessa planta era tamanha que se tornou tema de uma das mais conhecidas passagens mitológicas: a disputa pela escolha do nome da cidade de Atenas.

    Segundo a lenda, os deuses Atenea e Posêidon decidiram que quem realizasse o feito mais útil à humanidade teria a honra de dar seu nome à nova cidade. Posêidon golpeou uma rocha e fez surgir um animal importante para as guerras: o cavalo. Atenea bateu com a ponta de sua lança na terra e fez crescer uma oliveira. A própria Atenea ensinou aos futuros habitantes da cidade o cultivo das oliveiras e a extração do azeite. Passou a ser adorada como a deusa da agricultura e emprestou seu nome à cidade.